Prevenção da gripe e do norovírus em ambientes ligados à saúde

Flu In Healthcare Flu In Healthcare
Larinda Becker
North American Healthcare Marketing Manager
Nov 21, 2019

As infeções associadas aos cuidados de saúde (IACS) representam encargos financeiros para os sistemas de saúde e para os pacientes, bem como desgaste físico e emocional para aqueles que sofrem e as suas famílias. Estas infeções prolongam o internamento hospitalar, podem elevar a resistência aos antibióticos e, em alguns casos, causar a morte. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, em cada 100 pacientes internados em países desenvolvidos, sete vão adquirir pelo menos uma infeção associada aos cuidados de saúde.

 

Embora a desinfeção adequada seja imperativa durante todo o ano, é especialmente importante durante os meses mais frios, quando os casos de gripe e norovírus são mais prevalentes. Os serviços de limpeza e as equipas de controlo devem compreender as melhores práticas e soluções disponíveis que podem melhorar a saúde, o bem-estar e a satisfação do paciente.

 

Tome as devidas precauções relativamente às doenças de inverno

 

O organismo norte-americano CDC (Centers for Disease Control and Prevention) estima que anualmente entre 5 a 20% da população dos EUA contrai gripe. A gripe costuma ser transmitida por gotículas respiratórias provocadas por espirros e tosse. Embora uma vacina contra a gripe possa ajudar a evitar que os recetores adoeçam, nem todos optam por tomar essa medida e a gripe afeta inevitavelmente as pessoas em geral todos os anos. Na verdade, a época da gripe dos anos 2018-2019 foi a mais longa da década e causou entre 37,4 milhões e 42,9 milhões de doenças nos EUA. Algumas pessoas, como idosos e pessoas com sistema imunológico debilitado que estão em tratamento ou a recuperar numa instituição de saúde, são mais suscetíveis à gripe.

 

O norovírus, também referido como o “a gripe do estômago”, é extremamente contagioso e pode causar estragos em espaços confinados. Instalações de saúde, como hospitais e lares de idosos, que têm muitos pacientes, residentes, colaboradores e visitas, podem ter um risco maior de surtos de norovírus. Além de ficar doente ao comer alimentos ou líquidos contaminados, as pessoas podem adquirir o norovírus ao tocar em superfícies contaminadas ou por entrarem em contacto direto com outra pessoa infetada e, em seguida, tocar na boca antes de lavar as mãos.

 

A chave para controlar infeções

 

Existem inúmeras práticas recomendadas que os serviços de limpeza e as equipas de controlo de infeções podem usar para limitar a propagação de microrganismos prejudiciais em ambientes de saúde, incluindo:

 

  • Instale doseadores que promovam a higiene das mãos 24 horas por dia, 7 dias por semana. Colaboradores, pacientes e visitas devem sempre ter fácil acesso a soluções para a higiene das mãos, como sabonete e desinfetante, de forma a reduzir a propagação de microrganismos. Os doseadores híbridos com recursos manuais e automáticos fornecem higiene ininterrupta das mãos. Caso as pilhas acabem, o utilizador pode simplesmente pressionar o botão e o produto é doseado na mesma. Os doseadores de sabonete devem ser colocados em cozinhas e casas de banho e os doseadores de desinfetante para as mãos são ideais para corredores, salas de espera e salas de pacientes.

 

  • Em certas aplicações, pode ser mais conveniente recorrer a toalhetes desinfetantes. Prefira toalhetes impregnados que contenham o poder do Peróxido de Hidrogénio Acelerado® (AHP®). Assim, garante que o produto é seguro na utilização, sem comprometer a eficácia microbiolóigca e o desempenho da limpeza. O produto deve ter um tempo de contato curto para que os colaboradores possam limpar as superfícies de forma rápida e completa. Também deve ser eficaz contra um amplo espectro de microrganismos. Embora existam muitas opções de desinfetantes disponíveis, escolha sempre soluções rápidas, eficazes, responsáveis ​​e sustentáveis.

 

  • Adote soluções complementares que representem uma garantia adicional no processo de desinfeção. Considere um dispositivo portátil de desinfecção por UV com braços articulados que podem ser ajustados para cobrir as superfícies horizontais e verticais para reduzir o risco. A luz ultravioleta pode eliminar ou inativar microrganismos em todo o tipo de superfícies, nomeadamente as de contacto frequente, como grades da cama, puxadores e dispositivos médicos.

 

Soluções de desinfeção rápidas e eficazes são essenciais para limitar a propagação do norovírus e da gripe em ambientes de saúde. Para obter mais informações sobre os produtos para as suas instalações, peça a ajuda de um especialista da Diversey.